Frentes de atuação

Foto: Acervo/REDEILPF

Pesquisa e Desenvolvimento

Pesquisa e Desenvolvimento

Esta frente atua com editais para pesquisa e pesquisas direcionadas.

O edital tem a finalidade de apresentar as disposições gerais do processo seletivo dos projetos para pesquisa, os prazos, os critérios dos envios das propostas e os critérios de seleção. Os projetos deverão realizar pesquisas em sistemas sustentáveis de produção nos estados de atuação do projeto – Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Minas Gerais e no bioma Cerrado. Dessa forma, o Projeto Rural Sustentável – Cerrado irá apoiar financeiramente os projetos de pesquisa de acordo com os critérios do edital.

As Pesquisas Direcionadas são aquelas realizadas/executadas/desenvolvidas exclusivamente pela Embrapa, com a finalidade de acrescentar conhecimento científico no âmbito do projeto.

Editais para Pesquisa

Desenvolvimento de editais para pesquisa, incluindo suas aplicações, serviços e pesquisas inovadoras com a finalidade de promover tecnologias de baixa emissão de carbono, práticas sustentáveis, entre outros temas.

O propósito do edital é selecionar propostas de pesquisa que possam auxiliar na expansão dos sistemas sustentáveis de produção agropecuária em diferentes linhas de pesquisa, que incluem três grandes temas:

O projeto incentivará e financiará iniciativas de pesquisas científicas e tecnológicas em universidades, institutos federais e estaduais e organizações de pesquisa variadas. O apoio terá duração de 24 meses. Estão previstas duas edições de editais para pesquisa e o recurso será dividido igualmente nos 4 estados que compõe a área de intervenção do projeto.

Pesquisas Direcionadas

As pesquisas direcionadas são desenvolvidas em URTPs (Unidade de Referência Tecnológica e de Pesquisa) e UDs (Unidades Demonstrativas). Englobam 12 pesquisas com suas devidas particularidades e são realizadas em diferentes unidades da Embrapa, como descrito na tabela abaixo (Tabela 1). Em síntese, tais pesquisas têm como finalidade entender e melhorar o sistema ILPF; desenvolver estudos de avaliação econômica oriundo da sua implementação; avaliar os choques de oferta e demanda sobre mudanças na intensificação da agricultura; entre outras atividades. Todas as pesquisas visam cooperar com os objetivos de desenvolvimento de práticas agrícolas de baixa emissão de carbono e desmatamento evitado para a redução da pobreza no Brasil