Frentes de atuação

Campo

Campo

Esta frente irá apoiar, monitorar e executar as atividades e ações do projeto nos estados e municípios de abrangência. Objetiva articular e fortalecer as redes de parceiros e as diversas ações propostas, ao mesmo tempo em que mobiliza e estreita as relações com produtores (as) e entre os (as) diversos(as) beneficiários (as) do projeto.

Identificação de UDs

Unidades Demonstrativas (UDs) são áreas de produção rural onde já está estabelecida uma ou mais tecnologias de baixa emissão de carbono apoiadas pelo projeto. As UDs servirão como referência para divulgar, orientar e capacitar os(as) produtores(as) rurais, técnicos(as) e organizações produtivas, com os conhecimentos específicos sobre as tecnologias e atividades que estarão sendo desenvolvidas durante os Dias de Campo.

Áreas com tecnologia já estabelecida

Fotos: Marina Lima

Fotos: Marina Lima

Serão identificadas 170 UDs através de Chamadas de Propostas para serem referência na transferência de tecnologias de baixa emissão de carbono. Para se tornar UDs do projeto, os(as) produtores(as) e/ou organizações de produtores(as) deverão participar desta seleção. As Propostas serão submetidas por produtores(as) e/ou organizações de produtores(as) e incluirão informações básicas da propriedade na qual a tecnologia deverá estar implantada, além de cumprir com os critérios de elegibilidade estabelecidos no edital da Chamada. Os respectivos editais serão publicados neste site, com regras e definições para participação. As Propostas selecionadas serão repassadas para a instituição de Assistência Técnica e Extensão Rural (ATER) atuante na área em que a propriedade esteja localizada, previamente selecionada por meio da Chamada de ATERs. A ATER será responsável pela elaboração de uma Proposta Técnica junto com o(a) produtor(a), devendo descrever informações técnicas do sistema ILPF implantado na propriedade.

Dias de campo em UDs

Os Dias de Campo são oportunidades para os(as) produtores(as) rurais, técnicos(as) e organizações de produtores(as) entrarem em contato com técnicas mais sustentáveis de produção e, assim, serem sensibilizados e capacitados para promoverem a disseminação e adoção de novas tecnologias e práticas sustentáveis. No âmbito do projeto, serão realizados 650 Dias de Campo nas UDs identificadas.

Promoção de UMs

Unidades Multiplicadoras (UMs) são áreas de produção rural onde será implantada uma ou mais tecnologias de baixa emissão de carbono apoiadas pelo projeto. As UMs servirão como referência para disseminar entre os(as) produtores(as) rurais, técnicos(as) e organizações produtivas conhecimentos específicos sobre as tecnologias e atividades promovidas pelo projeto.

Áreas em que tecnologias ainda serão implantadas

Fotos: Marina Lima

Serão promovidas 3.000 UMs através de Chamadas de Propostas para serem referência na transferência de tecnologias de baixa emissão de carbono, totalizando aproximadamente 300 mil hectares de tecnologias implantadas. Para se tornar UMs do projeto, os(as) produtores(as) e/ou organizações de produtores(as) deverão participar desta seleção. As Propostas serão submetidas por produtores(as) e/ou organizações de produtores(as) e incluirão informações básicas da propriedade na qual a tecnologia será implantada, além de cumprir com os critérios de elegibilidade estabelecidos no edital da Chamada. Os respectivos editais serão publicados neste site, com regras e definições para participação. As Propostas selecionadas serão repassadas para a instituição de ATER atuante na área em que a propriedade esteja localizada, previamente selecionada por meio da Chamada de ATERs. A ATER será responsável pela elaboração de uma Proposta Técnica junto com o(a) produtor(a), devendo descrever informações técnicas do processo de implantação do sistema ILPF na propriedade.

Assistência técnica a UDs e UMs

O projeto apoiará os pequenos(as) e médios(as) produtores(as) e/ou organizações de produtores(as), que serão selecionados(as) nas Chamadas de Propostas de UDs e UMs, através do fornecimento de assistência técnica de forma gratuita, com objetivo de auxiliar os produtores(as) rurais a obterem melhores resultados técnicos e econômicos na sua atividade produtiva, priorizando a gestão da propriedade de forma eficiente e sustentável. A assistência técnica se concentrará na implementação e monitoramento de sistemas de ILPF e na recuperação de pastagens degradadas (RPD), assim como na gestão da propriedade e em outras ações relacionadas com a produção sustentável. Os produtores(as) receberão assistência técnica através de visitas técnicas a serem realizadas no horizonte de tempo do projeto e serão capacitados em atividades relacionadas aos sistemas ILPF.