Evento virtual tira dúvidas sobre o edital de OSPs e UMs

Para esclarecer dúvidas e explicar sobre a Chamada Integrada de Organizações Socioprodutivas (OSPs) e Unidades Multiplicadoras (UMs), o Projeto Rural Sustentável – Cerrado realiza encontro virtual no dia 28 de janeiro, às 16h. O evento será ao vivo, por meio do canal do IABSTV no Youtube e da página do PRS-Cerrado no Facebook, e terá o formato de uma apresentação seguida de conversa para tirar dúvidas.

Participam da live a Coordenadora Operacional do PRS – Cerrado, María Suarez, e a Gerente Executiva de Benefícios Coletivos, Carmynie Barros. Haverá espaço para resposta de perguntas enviadas pelos(as) espectadores(as) durante a realização do encontro.

Este edital do PRS – Cerrado tem por objetivo implantar práticas produtivas de baixa emissão de carbono em pequenas e médias propriedades rurais de Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Minas Gerais, além de contribuir para o fortalecimento de agrupamentos formados por coletivos de produtores(as) rurais. Ao todo, serão selecionadas 26 OSPs e 3.000 UMs nos 101 municípios de atuação divididos nesses quatro estados. A submissão de propostas vai de 25 de janeiro a 01 e março.

Marque na agenda
Evento: Live sobre o edital de OSPs e UMs
Data: 28/01
Horário: 16h
Transmissão: Canal do IABSTV no Youtube e página do PRS-Cerrado no Facebook


Edital integrado de OSPs e UMs está com inscrições abertas

Coletivos de produtores(as) que tiverem interesse em participar da Chamada Integrada de Organizações Socioprodutivas (OSPs) e Unidades Multiplicadoras (UMs), do Projeto Rural Sustentável – Cerrado, já podem submeter as propostas no site do projeto. As inscrições têm início em 25 de janeiro e vão até o dia 01 de março.  Podem participar desta chamada Associações, Cooperativas, Central de Associações/Cooperativas, Sindicatos ou outras instituições formalmente estabelecidas há pelo menos um ano e que tenham atuação em um dos quatro estados abrangidos pelo projeto: Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Minas Gerais.

Ao todo, o PRS – Cerrado vai selecionar 26 OSPs e 3.000 UMs. Atenção: a submissão de propostas deve ser feita apenas pelas organizações. Se você é produtor(a) e quer ser uma Unidade Multiplicadora do projeto, associe-se a uma organização de trabalhadores(as) da sua região. O edital não prevê tempo mínimo de associação. 

O que são OSPs e UMs?

Chamada Integrada de OSPs/UMs

Submissão de propostas: 25/01 a 01/03
Seleção: 26 OSPs e 3.000 UMs
Quem pode participar: Associações, Cooperativas, Central de Associações/Cooperativas, Sindicatos ou outras instituições formalmente estabelecidas há pelo menos um ano


Organizações Socioprodutivas e Unidades Multiplicadoras: o que são?

A Chamada de Seleção Integrada de Organizações Socioprodutivas (OSPs) e Unidades Multiplicadoras (UMs) do PRS – Cerrado está aberta até o dia 01/03. No âmbito do projeto, OSPs são coletivos de produtores(as) rurais voltados para o desenvolvimento de práticas produtivas de proveito comum. Formalmente, são pessoas jurídicas sem fins lucrativos e podem ser constituídas como Associações, Cooperativas, Centrais de Associações/Cooperativas, Sindicatos e demais instituições estabelecidas com atividades que visem a extensão produtiva do meio rural.

Essas organizações cumprem papel social importante no desenvolvimento rural, já que é por meio delas que o PRS – Cerrado busca integrar e fortalecer a implantação de práticas sustentáveis em pequenas e médias propriedades rurais. A nucleação das ações do campo será desenvolvida a partir das OSPs — referências também para as articulações com os atores do projeto, desde as famílias de produtores(as) até agentes e instituições de assistência técnica. A partir de análise detalhada sobre essas instituições, serão implantadas ações e atividades que apoiem sua estruturação e gerem mais sustentabilidade para as próprias organizações e produtores(as) vinculados(as).

Já as UMs são propriedades rurais onde serão implementadas uma ou mais tecnologias de baixa emissão de carbono apoiadas pelo projeto: sistemas de Lavoura-Pecuária-Floresta (ILPF), também entendidos pelo PRS – Cerrado como Sistemas Agroflorestais (SAFs), e/ou Recuperação de Pastagens Degradadas (RDP). As UMs se diferenciam das Unidades Demonstrativas (UDs) previstas no programa. As UDs são as áreas de referência dentro da propriedade rural que já têm em uso algumas das técnicas sustentáveis previstas no PRS - Cerrado. Para que produtores(as) e outros(as) interessados(as) vejam na prática o uso dessas tecnologias, o projeto oferece os Dias de Campo, momento em que trabalhadores(as) rurais, técnicos(as) e extensionistas dividem experiências e conhecimento sobre as atividades sustentadas no âmbito do projeto.

 Número mínimo de produtores(as)

As OSPs que tiverem interesse em participar desta chamada do PRS – Cerrado precisarão mobilizar um número mínimo de produtores(as) que tenham propriedade rural, demonstrem interesse na implementação das práticas apoiadas pelo projeto e prevejam área de produção para aplicação dessas atividades. As OSPs selecionadas serão beneficiadas uma única vez e o edital não prevê tempo mínimo de associação dos(as) trabalhadores(as) rurais às instituições.

A Chamada vai selecionar 26 OSPs e cerca de 3.000 UMs nos quatro estados, 13 microrregiões e 101 municípios de atuação do PRS – Cerrado. Por cada microrregião, serão selecionadas duas OSPs. Todavia, o edital não prevê número máximo e mínimo de UMs por município.

Sobre a Chamada Integrada de OSPs e UMs

Abertura do edital: 11/01
Submissão de projetos de pesquisa: 25/01 até 01/03
Seleção: 26 OSP e 3.000 UMs em quatro estados e 101 municípios
Acesse aqui o edital


Edital seleciona 3 mil propriedades rurais e 26 Organizações Socioprodutivas

Com o propósito de implantar práticas produtivas de baixa emissão de carbono em propriedades rurais de Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Minas Gerais, além de contribuir para o fortalecimento de agrupamentos formados por coletivos de produtores(as) rurais, está aberta a Chamada para Seleção Integrada de Organizações Socioprodutivas (OSPs) e Unidades Multiplicadoras (UMs).

O edital selecionará 26 OSPs e 3.000 UMs nos quatro estados, 13 microrregiões e 101 municípios de atuação do projeto. A submissão de propostas terá início em 25 de janeiro e se estende até 15 de março.

O diferencial deste processo seletivo está no tratamento integrado e complementar dos atores envolvidos, de forma a construir um legado de sustentabilidade após o encerramento da implementação das diversas atividades do projeto. A proposta reúne benefícios diretos para as OSPs, mas também oferece vantagens individualizadas. Enquanto haverá Benefícios Coletivos a partir de contrapartida financeira ou não, as vantagens individuais para que produtores e produtoras rurais participem do processo seguem por outras frentes de apoio, como assistência técnica gratuita, ações formativas e de capacitação direcionada, acesso a ações de apoio e incentivo fiscal, tributário e certificação de propriedades, participação em premiações e em Dias de Campo.

Acesse o edital para Seleção Integrada de Organizações Socioprodutivas (OSPs) e Unidades Multiplicadoras (UMs) 

O que são Organizações Socioprodutivas e Unidades Multiplicadoras?

As OSPs são pessoas jurídicas sem fins lucrativos e podem ser constituídas como Associações, Cooperativas, Centrais de Associações/Cooperativas, Sindicatos e demais instituições formalmente estabelecidas com linhas de atuação voltadas para práticas produtivas do meio rural. Já as UMs são propriedades rurais onde serão implantadas uma ou mais tecnologias de baixa emissão de carbono apoiadas pelo projeto. É importante destacar que as UMs são diferentes das Unidades Demonstrativas (UDs), locais onde já há a prática de baixa emissão de carbono implantada e que funcionam como uma espécie espelho para as UMs.

As OSPs selecionadas serão beneficiadas uma única vez no projeto, então esta é a única oportunidade para seu envolvimento com o PRS – Cerrado. As organizações precisam organizar os(as) produtores(as) e preparar toda a documentação necessária para a proposta a ser apresentada, mas contarão com o apoio dos canais e equipe do projeto. Para os(as) trabalhadores(as) rurais, o edital não prevê período mínimo de associação à OSP.

Tecnologias agrícolas apoiadas

As iniciativas apoiadas pelo projeto visam a implementação de sistemas de Integração Lavoura-Pecuária-Floresta (ILPF), entendidos pelo PRS – Cerrado como sinônimo de Sistemas Agroflorestais (SAFs), e a Recuperação de Pastagens Degradadas (RPD). A partir dessas tecnologias, a chamada objetiva contribuir com o desenvolvimento rural sustentável no bioma, aumentar a eficiência do uso da terra, a produtividade e incrementar a geração de renda entre produtores(as) rurais.

Sobre o Projeto Rural Sustentável – Cerrado

Financiado pelo Fundo Internacional para o Clima do Governo do Reino Unido, em cooperação com o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), tendo o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) como beneficiário institucional, o PRS – Cerrado é resultado de parcerias que objetivam aumentar a renda e a produtividade de produtores e produtoras rurais do bioma Cerrado, sem agredir o meio ambiente. O Instituto Brasileiro de Desenvolvimento e Sustentabilidade (IABS) é o responsável pela execução e administração do projeto e a Associação Rede ILPF, por meio da Embrapa, é a responsável pela coordenação científica e apoio técnico.


Gerência técnica na área de Finanças Verdes reabre vaga

Oportunidade, para contrato de 37 meses, está disponível até o dia 06 de agosto

Está reaberta a vaga de contratação de consultor(a) técnico(a) para gerenciar, monitorar, acompanhar e articular institucionalmente ações de promoção de incentivos creditícios, fiscais e tributários, acesso ao crédito e de inovações. A submissão de currículo poderá ser feita até 06 de agosto.

A vaga pede formação superior nas áreas das ciências econômicas, administração, ciências contábeis ou demais especialidades relacionadas à administração financeira. É necessária experiência com mercado de crédito, de preferência o rural, fundos de investimentos e instrumentos financeiros. Embora não obrigatórios, pós-graduação nessas áreas e conhecimento da Língua Inglesa são diferenciais.

Por enquanto, durante as medidas de segurança contra a COVID-19, a vaga é home-office. No entanto, assim que as atividades presenciais forem retomadas no decorrer do projeto, o(a) consultor(a) deverá possuir disponibilidade para prestação dos serviços em Brasília/DF, onde serão disponibilizados espaço físico e condições para o desenvolvimento do trabalho na sede do Instituto Brasileiro de Desenvolvimento e Sustentabilidade (IABS).

Veja mais informações sobre como submeter candidatura aqui

Sobre o Projeto

Durante 4 anos, com investimentos que ultrapassam R$ 100 milhões, o Projeto Rural Sustentável – Cerrado objetiva implantar práticas agrícolas de baixa emissão de carbono, a partir dos sistemas de Integração Lavoura-Pecuária-Floresta (ILPF) e da Recuperação de Pastagens Degradadas (RPD). Somos financiados pelo Fundo Internacional para o Clima do Governo do Reino Unido, em cooperação com o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), tendo o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) como beneficiário institucional. O IABS é o responsável pela execução e administração do projeto e a Associação Rede ILPF, por meio da Embrapa, é a responsável pela coordenação científica e apoio técnico.

 


Gerência técnica na área de Finanças Verdes tem vaga aberta

Oportunidade, para contrato de 37 meses, está disponível até o dia 10 de julho

Gerenciar, monitorar, acompanhar e articular institucionalmente ações de promoção de incentivos creditícios, fiscais e tributários, acesso ao crédito e de inovações. Esse é o objetivo da contratação de consultor(a) técnico(a) para atuar na área de Finanças Verdes do Projeto Rural Sustentável – Cerrado. A submissão de currículo poderá ser feita até 10 de julho. A remuneração ocorrerá por meio da entrega de produtos, em 37 parcelas de fixas de R$ 6.000,00.

A vaga pede formação superior nas áreas das ciências econômicas, administração, ciências contábeis ou demais especialidades relacionadas à administração financeira. É necessária experiência com mercado de crédito, de preferência o rural, fundos de investimentos e instrumentos financeiros. Embora não obrigatórios, pós-graduação nessas áreas e conhecimento da Língua Inglesa são diferenciais.

Não há restrição para candidatura de pessoa física, desde que, no momento da contratação, a mesma esteja instituída como pessoa jurídica — MEI e afins. O(a) consultor(a) deverá possuir disponibilidade para prestação dos serviços em Brasília/DF, onde serão disponibilizados espaço físico e condições para o desenvolvimento do trabalho na sede do IABS.

Veja mais informações sobre como submeter candidatura aqui

Sobre o Projeto

Durante 4 anos, com investimentos que ultrapassam R$ 100 milhões, o Projeto Rural Sustentável – Cerrado objetiva implantar práticas agrícolas de baixa emissão de carbono, a partir dos sistemas de Integração Lavoura-Pecuária-Floresta (ILPF) e da Recuperação de Pastagens Degradadas (RPD). Somos financiados pelo Fundo Internacional para o Clima do Governo do Reino Unido, em cooperação com o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), tendo o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) como beneficiário institucional. O IABS é o responsável pela execução e administração do projeto e a Associação Rede ILPF, por meio da Embrapa, é a responsável pela coordenação científica e apoio técnico.


Área de incentivos fiscais e tributários com 2 oportunidades

Seleções envolvem o levantamento de informações e a elaboração de conteúdo técnico sobre a temática

Mais dois processos seletivos dentro do Projeto Rural Sustentável – Cerrado foram abertos nesta segunda, 22/06. Ambos têm submissão de candidaturas prorrogadas até o dia 09 de julho, quinta-feira da próxima semana. A primeira oportunidade envolve elaboração de estudos sobre incentivos fiscais e tributários para produtos e práticas produtivas sustentáveis e de baixa emissão de carbono. Já a segunda será para a elaboração de estudos sobre instrumentos financeiros, linhas de crédito e outras possibilidades de apoio financeiro para produtos e práticas produtivas sustentáveis e de baixa emissão de carbono.

Para as duas oportunidades, o processo de seleção ocorrerá em três fases: a primeira verificará o atendimento à documentação solicitado pelo edital, a segunda contempla a análise do acervo institucional, do(s) currículo(s) do(a) responsável pelo contrato, da equipe envolvida e da proposta financeira e a última fase consiste em entrevista a ser realizada com o(a) responsável pela execução dos serviços.

Para cada seleção, a proposta financeira não deve ultrapassar R$ 110.000,00 (cento e dez mil reais). Os pagamentos serão feitos à medida que as entregas dos produtos, que envolvem Plano de Trabalho, relatórios e propostas técnicas, forem feitas.

Confira todas as informações nos Termos de Referência do processo.

Sobre o Projeto

Durante 4 anos, com investimentos que ultrapassam R$ 100 milhões, o Projeto Rural Sustentável – Cerrado objetiva implantar práticas agrícolas de baixa emissão de carbono, a partir dos sistemas de Integração Lavoura-Pecuária-Floresta (ILPF) e da Recuperação de Pastagens Degradadas (RPD). Somos financiados pelo Fundo Internacional para o Clima do Governo do Reino Unido, em cooperação com o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), tendo o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) como beneficiário institucional. O Instituto Brasileiro de Desenvolvimento e Sustentabilidade (IABS) é o responsável pela execução e administração do projeto e a Associação Rede ILPF, por meio da Embrapa, é a responsável pela coordenação científica e apoio técnico.


Aberta seleção para estruturar modelo de certificação

A empresa escolhida deverá também elaborar conteúdo técnico-didático e organização de missões técnicas nas áreas de abrangência do PRS - Cerrado

Elaborar proposta de modelo(s) de certificação para propriedades que aplicam práticas produtivas sustentáveis e de baixa emissão de carbono no Cerrado, como os sistemas de integração lavoura-pecuária-floresta (ILPF), também conhecidos como sistemas agrossilvipastoris, incluindo a implantação e avaliação de projeto piloto. Este é o objetivo da nova seleção aberta no âmbito do Projeto Rural Sustentável – Cerrado. As instituições interessadas deverão submeter candidatura até o dia 21/05.

A avaliação para a contratação acontecerá em três fases: verificação do envio de todos os documentos solicitados, dentro do prazo e horário estipulado; análise dos documentos solicitados e, por fim, entrevista. Para esta última fase, serão convocadas as três melhores colocadas nas etapas anteriores.

Além do portfólio institucional e currículo da pessoa responsável (ou da equipe, se for o caso), é necessário encaminhar proposta de preços global até o limite de R$ 320.000,00. Dúvidas devem ser tiradas pelo e-mail prs-cerrado@iabs.org.br.

Confira as seleções abertas

Sobre o Projeto Rural Sustentável – Cerrado

Somos financiados pelo Fundo Internacional para o Clima do Governo do Reino Unido, em cooperação com o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), tendo o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) como beneficiário institucional. O Instituto Brasileiro de Desenvolvimento e Sustentabilidade (IABS) é o responsável pela execução e administração do projeto e a Associação Rede ILPF, por meio da Embrapa, é a responsável pela coordenação científica e apoio técnico.


PRS - Cerrado tem vaga aberta para atuar com cadeias produtivas locais

Oportunidade é para a elaboração de desenhos técnicos-metodológicos envolvendo a temática, além do formato de atendimento de demandas coletivas locais

Está aberta até dia 21/05 contratação de empresa para propor estruturação e formato das ações de diagnóstico e prognóstico de demandas coletivas locais e cadeias produtivas do setor da produção rural. O objetivo dos diagnósticos é identificar demandas coletivas de infraestrutura/estruturas, crédito, incentivos fiscais, fornecedores, escoamento da produção (beneficiamento, comercialização e mercado), formação e outros.

A contratação incluirá também o desenho do formato de atendimento de demandas coletivas locais (benefícios coletivos), voltado para o apoio a propostas locais de investimentos coletivos focados no fortalecimento das cadeias de valor e do acesso ao mercado. A contratada deverá realizar o trabalho considerando a área de atuação do Projeto Rural Sustentável – Cerrado: estados de Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Minas Gerais.

Além da documentação que comprova a habilidade técnica da instituição, deverá ser encaminhada proposta de preços global que não ultrapasse o valor de R$ 120.000,00. O valor será pago em parcelas, de acordo com o cronograma de entrega dos produtos, que pode ser consultado no Termo de Referência da seleção. Dúvidas devem ser tiradas pelo e-mail prs-cerrado@iabs.org.br.

Confira as seleções abertas

Sobre o Projeto Rural Sustentável – Cerrado

Somos financiados pelo Fundo Internacional para o Clima do Governo do Reino Unido, em cooperação com o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), tendo o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) como beneficiário institucional. O Instituto Brasileiro de Desenvolvimento e Sustentabilidade (IABS) é o responsável pela execução e administração do projeto e a Associação Rede ILPF, por meio da Embrapa, é a responsável pela coordenação científica e apoio técnico.