Edital de instituições de ATER: últimos três dias de inscrições abertas

Último edital aberto do PRS - Cerrado, a Chamada de Pré-qualificação de Instituições de Assistência Técnica e Extensão Rural (ATER) recebe propostas até 10 de maio, às 18 horas, horário de Brasília, pelo site do projeto. O processo seletivo foi reaberto no final de abril, tanto para novas inscrições quanto para instituições de ATER que já submeteram propostas, e que ainda estão em processo de avaliação, cadastrarem novos Agentes de Assistência Técnica e Extensão Rural – ATECs.

A chamada

Um dos objetivos deste edital não é só qualificar, mas também capacitar as instituições de ATER que atuem, ou que desejam atuar, nos temas gerenciais apoiados pelo PRS - Cerrado: sistemas de Integração Lavoura-Pecuária-Floresta (ILPF) e Recuperação de Pastagens Degradadas (RPD). 

Podem participar da seleção instituições como organizações de assistência técnica rural; associações de produtores(as) rurais; associações profissionais; cooperativas; empresas privadas e públicas; fundações ou associações sem fins lucrativos; prefeituras municipais sindicatos rurais; e organizações da sociedade civil de interesse público - OSCIP. 

Confira outras matérias sobre o Edital de pré-qualificação das instituições de ATER clicando no link:

Pré-qualificação de instituições de ATER: o que vem pela frente?

Veja aqui o vídeo-tutorial de como se inscrever no edital


FAQ II do PRS - Cerrado: Edital integrado de OSPs e UMs

Interessados(as) em participar da Chamada para Seleção Integrada de Organizações Socioprodutivas (OSPs) e Unidades Multiplicadoras (UMs) têm até esta semana para fazerem a inscrição. O período de submissão de propostas está aberto até 06 de maio, às 18 horas, horário de Brasília, pelo site do PRS - Cerrado. Não se esqueça que em caso de dúvidas sobre esse edital, basta entrar em contato pelo nosso call center, pelo 0800 038 6616, de segunda a sexta-feira, das 9h às 18h, ou pelo nosso Whatsapp, – 61 9 8413-9285, com o mesmo horário de funcionamento. Você ainda pode entrar em contato pelo chamada.osp.prs-cer@iabs.org.br.

Na primeira parte do FAQ, esclarecemos sobre os vínculos com coletivos de produtores(as) rurais, benefícios oferecidos, e parceria entre coletivos para inscrição no edital. Nesta segunda parte, listamos dúvidas relacionadas aos critérios de elegibilidade, aprovação das propostas, estratificação das OSPs, e implementação das tecnologias apoiadas pelo projeto - sistemas de Integração Lavoura-Pecuária-Floresta (ILPF), entendidos como sinônimos de Sistemas Agroflorestais, e Recuperação de Pastagens Degradadas (RPD). 

FAQ II

Quais são os critérios de elegibilidade?

Alguns critérios valem tanto para as organizações quanto para os(as) produtores(as) rurais. É o caso da apresentação da Certidão de Nada Consta (CND), não ter histórico de elementos que possam afetar negativamente sua imagem ou a imagem do projeto – como, por exemplo, trabalho escravo e infantil -, e não constar na lista de empresas e pessoas sancionadas pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID). Confira aqui todos critérios de elegibilidade para as OSPs e para produtores(as) e propriedades rurais. 

O custo da implantação da tecnologia vai ficar por conta apenas do(a) produtor(a)?

Neste edital do PRS - Cerrado não há repasse financeiro direto para implantação das tecnologias nas propriedades que forem selecionadas como Unidades Multiplicadoras. Todavia, é possível adquirir materiais de apoio às tecnologias, tais como adubos, sementes, mudas e Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) por meio dos Benefícios Coletivos, que serão repassados às Organizações Socioprodutivas a que este(a) produtor(a) estiver vinculado(a). 

Os(as) produtores(as) vão dizer quais espécies querem implantar no sistema?

Solicitamos essa resposta apenas para que tenhamos ideia das pretensões de cultivo do produtor(a). No entanto, sabemos que essa informação não é definitiva. Isso será melhor definido no momento em que as instituições de Assistência Técnica e Extensão Rural (ATER) iniciarem os atendimentos nas propriedades. 

Como funciona a estratificação das OSPs?

A estratificação de organizações de produtores(as) rurais é um sistema de classificação em que são definidos pelo máximo e mínimo de propriedades e áreas destinadas à implantação de tecnologia(s) nas Unidades Multiplicadoras aprovadas. Em cada microrregião, serão considerados 2 estratos.


Como se dará a aprovação final das propostas? 

As propostas de Unidades Multiplicadoras aprovadas, vinculadas às propostas aptas de OSPs, serão classificadas e hierarquizadas de forma decrescente considerando os estratos do edital, de forma que sejam selecionadas duas OSPs para cada microrregião do projeto. Ao final, o PRS - Cerrado divulgará por meio do seu site oficial a lista com as OSPs e UMs selecionadas.

Vale ressaltar que, independentemente de serem selecionadas neste edital, os(as) candidatos(as) poderão se beneficiar das atividades de fortalecimento das OSPs e de formação de lideranças; oficinas participativas com as famílias de produtores(as) associadas/cooperadas às organizações; atividades de capacitação nas temáticas do projeto por meio de Ensino a Distância (EaD) e Dias de Campo em Unidades Demonstrativas (UDs) do projeto.


Últimos dias de inscrições abertas do edital integrado de OSPs e UMs

Coletivos de produtores(as) rurais têm até 06 de maio, às 18 horas de Brasília, para fazerem a inscrição na Chamada para Seleção Integrada de Organizações Socioprodutivas (OSPs) e Unidades Multiplicadoras (UMs). O PRS - Cerrado entende como OSPs pessoas jurídicas sem fins lucrativos constituídas como Associações, Cooperativas, Centrais de Associações/Cooperativas, Sindicatos ou outras instituições formalmente estabelecidas com atuação voltada para práticas produtivas do meio rural. Já as UMs são propriedades rurais onde serão implantadas uma ou mais tecnologias de baixa emissão de carbono apoiadas pelo projeto. Produtores(as) interessados(as) em participar deste edital devem ser membros(as) de alguma organização e não é previsto tempo mínimo de associação. 

O diferencial deste processo seletivo está no tratamento integrado dos atores envolvidos, de forma a construir um legado de sustentabilidade após o encerramento das atividades do PRS - Cerrado. Há benefícios diretos para as organizações, mas também vantagens individualizadas para produtores(as) rurais. A chamada vai selecionar até 26 OSPs e 3.000 UMs nos quatro estados de atuação do projeto - Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Minas Gerais. 

Edital integrado de OSPs e UMs: o que vem pela frente?


FAQ do PRS – Cerrado: Edital integrado de OSPs e UMs

 A Chamada para Seleção Integrada de Organizações Socioprodutivas (OSPs) e Unidades Multiplicadoras (UMs) ainda está com inscrições abertas. O encerramento do período de submissão de propostas será no dia 06 de maio, às 18 horas de Brasília. O processo de inscrição pode gerar dúvidas para os coletivos de produtores(as), responsáveis pelo cadastramento no processo seletivo.

Abaixo, listamos algumas das perguntas mais recorrentes dos(as) interessados(as) em participar do PRS – Cerrado relacionadas a benefícios oferecidos e formas de envolvimento. Lembrando que caso queira algum esclarecimento sobre esse edital, basta entrar em contato pelo nosso call center, pelo 0800 038 6616, de segunda a sexta-feira, das 9h às 18h de Brasília, ou pelo nosso Whatsapp, - 61 9 8413-9285, com o mesmo horário de funcionamento. Você ainda pode entrar em contato pelo chamada.osp.prs-cer@iabs.org.br.

FAQ

Não sou vinculado a nenhuma OSP, como posso me vincular a alguma?

Caso seja produtor(a) rural e não tenha vínculo formal com nenhuma Organização Socioprodutiva (OSP), mas tem interesse em participar do projeto, você pode formar parcerias com Organizações por meio da assinatura do Termo de Adesão. Essa assinatura configura, para os objetivos da Chamada, a oficialização de um “vínculo” entre as duas partes, mesmo que seja temporário.

Estou fora dos municípios abrangidos pelo projeto, posso participar?

Proprietários(as) dos imóveis rurais não precisam residir nas áreas de atuação do PRS - Cerrado, mas as propriedades onde serão implementadas as Unidades Multiplicadoras (UMs) devem necessariamente estar localizadas em um dos municípios abrangidos pelo projeto. Veja aqui os locais de atuação do PRS - Cerrado. 

Quais são os benefícios oferecidos?

As OSPs terão acesso a benefícios como ações formativas e de capacitação direcionadas, participação no Prêmio de Boas Práticas, Benefícios Coletivos (BCs), dentre outros. Já os(as) produtores(as) com Unidades Multiplicadoras (UMs) aprovadas poderão ter acesso a benefícios como assistência técnica e gerencial especializada, participação em ações de intercâmbio e em Dias de Campo em Unidades Demonstrativas,  certificado de UM do PRS - Cerrado, acesso aos BCs e outros. 

Vale ressaltar que os Benefícios Coletivos oferecidos às OSPs selecionadas estarão orientados ao atendimento de demandas coletivas das organizações e seus(as) produtores(as) vinculados(as).  Estão previstos O apoio financeiro por OSP oferecido no formato de Benefícios Coletivos poderá ser de até R$450.000,00 (quatrocentos e cinquenta mil reais), a depender do perfil da OSP (definido pelo número de UMs vinculadas e a área total destinada à implantação de tecnologia nessas UMs).

O que são demandas coletivas e quais itens poderão ser beneficiados por meio dos BCs?

As demandas coletivas são bens e serviços de uso comum que tragam benefícios diretos e indiretos para os produtores(as) vinculados(as) à OSP e para a própria organização. Os recursos financeiros dos Benefícios Coletivos são destinados ao custeio de itens como: material de construção civil, infraestrutura, aquisição de máquinas e equipamentos, veículos utilitários, caminhões, equipamento de apoio e de informática, contratação de serviços especializados para fortalecimento da gestão da OSP e até mesmo apoio para processos de certificação, aquisição de insumos, Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) e/ou matéria-primas para as UMs e ações formativas.

Importante: não serão custeadas despesas com compras de terra e de armas de fogo, pagamento de dívidas e de salários de funcionários(as), compra de participação de empresas, compra ou construção de bens coletivos que não se demonstrem financeiramente viáveis e outros bens e serviços considerados não essenciais à execução do projeto.

Para atingir os números de UMs e área do projeto, duas ou mais organizações podem se unir?

Sim, duas ou mais organizações de produtores(as) rurais podem se unir para submeter propostas. Todavia, deve ser bem definida qual será a instituição proponente e qual será a parceira. A instituição proponente será aquela responsável pela submissão da proposta e o canal de comunicação entre o PRS - Cerrado e as organizações será feito somente com a instituição proponente. Vale ressaltar que, para o vínculo entre as instituições, deverá ser encaminhada uma carta de anuência.


Pré-qualificação de instituições de ATER: reabertas inscrições para novos(as) ATECs

Está reaberto o prazo para que instituições de ATER que já submeteram propostas, e que ainda estão em processo de avaliação, cadastrarem novos Agentes de Assistência Técnica e Extensão Rural – ATECs na Chamada de Pré-qualificação de Instituições de Assistência Técnica e Extensão Rural. O encerramento das submissões de propostas será em 10 de maio, às 18h, horário de Brasília, pelo site do PRS – Cerrado. 

Novas instituições de ATER

Desde 19 de abril, estão reabertas as inscrições para novas instituições de ATER no edital. Para auxiliar no cadastramento, o PRS - Cerrado disponibiliza um vídeo-tutorial e, ainda, uma versão em PDF do mesmo material. 

Passo a passo

O projeto tem disponível um vídeo-tutorial para auxiliar as instituições de ATER no processo de inscrição no edital. O vídeo orienta o passo a passo para o cadastramento e, há, ainda, uma versão em PDF do mesmo tutorial. Em caso de dúvidas, são três canais de atendimento disponíveis: o call center, pelo 0800 038 6616 e que funciona de segunda a sexta, das 9h às 18h, no horário de Brasília; o e-mail chamada.ater.prs-cer@iabs.org.br; e o Whatsapp 61 9 8413 9285.

Veja o vídeo tutorial
Acesse o tutorial na versão PDF

O edital

Esse edital do PRS - Cerrado vai identificar e pré-qualificar instituições que atuem, ou que desejam atuar, nos temas gerenciais e técnicos previstos no PRS-Cerrado: sistemas de Integração Lavoura-Pecuária-Floresta (ILPF) e Recuperação de Pastagens Degradadas (RPD). Podem participar da seleção instituições como Organizações de assistência técnica rural; Associações de produtores(as) rurais; Associações de profissionais; Cooperativas; Empresas privadas e públicas; Fundações ou associações sem fins lucrativos; Prefeituras municipais; Sindicatos rurais; e Organizações da sociedade civil de interesse público – OSCIP.

 


Reunião marca início das Pesquisas Direcionadas do PRS-Cerrado

Em encontro virtual em 16 de abril, o PRS-Cerrado deu início às atividades relacionadas às Pesquisas Direcionadas, em parceria com a Embrapa. Com 35 participantes, a Reunião Norteadora contou com representantes do Instituto Brasileiro de Desenvolvimento e Sustentabilidade (IABS), da Embrapa, por meio da Rede ILPF -  responsável pela coordenação científica do projeto -e do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), além dos(as) pesquisadores(as) da Embrapa responsáveis pelas pesquisas que vão ser desenvolvidas.

São cerca de R$8,8 milhões destinados às pesquisas. Renato Rodrigues, Coordenador Técnico-Científico do PRS - Cerrado, enalteceu o impacto da parceria para a comunidade científica e o desenvolvimento em conjunto. “Há um montante de recursos significativos e que vai resultar em pesquisas aplicadas para os produtores, para o Ministério da Agricultura, para a própria Embrapa, para o BID e isso é motivo de muito orgulho. Vamos envolver uma quantidade grande de bolsistas, de alunos de graduação, pós-graduação e pesquisadores trabalhando nesse projeto”.

Tadeu Assad, Diretor-Presidente do IABS, agradeceu a cooperação e destacou o volume dos recursos direcionados ao projeto. “Com certeza essas ações envolvendo pesquisa deixarão um legado de conhecimento e de inovação para o tema e para o desenvolvimento rural brasileiro, disse.

Para o BID, a Embrapa é um parceiro muito importante do projeto, segundo afirmou Luis Hernando Hintze, chefe de equipe do banco. “O papel que a Embrapa tem desempenhado nas novas tecnologias de baixa emissão de carbono e nos Sistemas ILPF é fundamental  para a viabilização do PRS - Cerrado”. Para ele, o projeto vai ao encontro do fomento do desenvolvimento local e internacional. “Essas pesquisas visam fortalecer o conhecimento e  desenvolvimento local, além de contribuírem para melhorar as condições para mitigar os impactos dos gases do efeito estufa, assuntos nos quais o BID tenta obter respostas em muitos países diferentes” ,completou.  

Sobre as Pesquisas Direcionadas

As Pesquisas Direcionadas, em sua maioria, serão desenvolvidas em Unidades de Referência Tecnológica e de Pesquisa (URTPs) da Embrapa, em Unidades Demonstrativas (UD) e Multiplicadoras (UM) do PRS - Cerrado, englobando 12 projetos de pesquisa e envolvendo aproximadamente 140 profissionais da Embrapa, entre pesquisadores(as), técnicos(as) e analistas. Em síntese, elas têm como finalidade entender e melhorar o sistemas ILPF; desenvolver estudos de avaliação econômica oriundos da sua implementação; avaliar os choques de oferta e demanda sobre mudanças na intensificação da agricultura; internet das coisas (IoT), dentre outras atividades. 

Todas as pesquisas visam cooperar com os objetivos do desenvolvimento de práticas agrícolas de baixa emissão de carbono e de redução do desmatamento, respondendo às principais lacunas e demandas de conhecimento atuais nas temáticas do projeto.


Inscrições para o edital de instituições de ATER estão reabertas

O PRS - Cerrado reabriu, nesta segunda-feira (19), o período de novas inscrições para o Edital de Pré-qualificação de Instituições de Assistência Técnica e Extensão Rural (ATER). Pelo novo cronograma, a partir do dia 26 de abril, será a vez das instituições de ATER que já submeteram propostas, e que ainda estão em processo de avaliação, cadastrarem novos Agentes de Assistência Técnica e Extensão Rural – ATECs. Nos dois casos, o encerramento das inscrições será em 10 de maio, às 18h, horário de Brasília, pelo site do PRS - Cerrado. 

Passo a passo

O projeto tem disponível um vídeo-tutorial para auxiliar as instituições de ATER no processo de inscrição no edital. O vídeo orienta o passo a passo para o cadastramento e, há, ainda, uma versão em PDF do mesmo tutorial. Em caso de dúvidas, são três canais de atendimento disponíveis: o call center, pelo 0800 038 6616 e que funciona de segunda a sexta, das 9h às 18h, no horário de Brasília; o e-mail chamada.ater.prs-cer@iabs.org.br; e o Whatsapp 61 9 8413 9285.

Veja o vídeo tutorial
Acesse o tutorial na versão PDF

O edital

Esse edital do PRS - Cerrado vai identificar e pré-qualificar instituições que atuem, ou que desejam atuar, nos temas gerenciais e técnicos previstos no PRS-Cerrado: sistemas de Integração Lavoura-Pecuária-Floresta (ILPF) e Recuperação de Pastagens Degradadas (RPD). Podem participar da seleção instituições como Organizações de assistência técnica rural; Associações de produtores(as) rurais; Associações de profissionais; Cooperativas; Empresas privadas e públicas; Fundações ou associações sem fins lucrativos; Prefeituras municipais; Sindicatos rurais; e Organizações da sociedade civil de interesse público – OSCIP.

 


OSP, UM, UD: o que significam algumas das siglas usadas pelo PRS - Cerrado

Os editais do PRS – Cerrado abrangem uma série de temáticas em diferentes frentes de atuação. Em cada processo seletivo, há siglas bastante utilizadas referentes às atividades do projeto, ao arranjo institucional, aos agentes envolvidos e às tecnologias agrícolas apoiadas. Abaixo, apresentamos o significado de algumas delas.

Atividades e agentes envolvidos

ABC – Agricultura de baixa emissão de carbono
ART – Anotação de Responsabilidade Técnica
ATER – Instituição de Assistência Técnica e Extensão Rural
ATEC – Agente que presta Assistência Técnica e Extensão Rural por meio das ATERs
BC – Benefícios Coletivos
GEE – Gases de Efeito Estufa: Dióxido de Carbono (CO2), Metano (CH4), Óxido Nitroso (N2O) e etc.
MR – Microrregião. A atuação do projeto é definida por 13 MRs, nos 4 estados atendidos (GO, MT, MG e MS).
OSP – Organização Socioprodutiva, como associações, entidades de classe, cooperativas, dentre outras.
P&D – Pesquisa e Desenvolvimento. Abreviação usada para o Edital de Apoio à Pesquisa e Desenvolvimento, do PRS - Cerrado.
PN – Plano de Negócios
PRS - Cerrado – Projeto Rural Sustentável - Cerrado, com atuação no bioma
UD – Unidade Demonstrativa. Área-modelo na propriedade que implementou uma ou mais técnicas produtivas sustentáveis apoiadas pelo PRS - Cerrado
UM – Unidade Multiplicadora. Propriedade onde vão ser implementadas uma ou mais tecnologias apoiadas pelo projeto

Parceiros institucionais

MAPA – Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento
UK - Governo do Reino Unido
BID – Banco Interamericano de Desenvolvimento
IABS – Instituto Brasileiro de Desenvolvimento e Sustentabilidade
Embrapa – Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária
Rede ILPF - Associação formada e cofinanciada pelas empresas Bradesco, Ceptis, Cocamar, John Deere, Soesp, Syngenta e pela Embrapa, com o objetivo de acelerar uma ampla adoção das tecnologias ILPF

Tecnologias apoiadas

ILPF – Integração Lavoura-Pecuária-Floresta, como sinônimo de SAF – Sistema Agroflorestal
ILF – Integração Lavoura-Floresta
ILP – Integração Lavoura-Pecuária
IPF – Integração Pecuária-Floresta
RPD – Recuperação de Pastagens Degradadas

Sobre o Projeto Rural Sustentável – Cerrado

Somos financiados pela Cooperação Técnica aprovada pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), com recursos do Financiamento Internacional do Clima do Governo do Reino Unido, tendo o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) como beneficiário institucional. O Instituto Brasileiro de Desenvolvimento e Sustentabilidade (IABS) é o responsável pela execução e administração do projeto e a Associação Rede ILPF, por meio da Embrapa, é a responsável pela coordenação científica e apoio técnico.

 

 


Edital de Instituições de ATER: definida nova data de reabertura para inscrições

O Edital de Pré-qualificação de Instituições de Assistência Técnica e Extensão Rural (ATERs) já tem novas datas de submissão de propostas definidas. Serão duas: em 19 de abril, o PRS – Cerrado reabre a chamada para novas inscrições e, partir do dia 26 de abril, as instituições de ATER que já submeteram propostas, e que ainda estão em processo de avaliação, poderão cadastrar novos Agentes de Assistência Técnica e Extensão Rural - ATECs. Nos dois casos, o encerramento das inscrições será em 10 de maio, às 18h, horário de Brasília.

Como se inscrever

Para auxiliar o processo de inscrição no edital, está disponível o vídeo-tutorial com o passo a passo para o cadastramento. De forma simples e dinâmica, a animação orienta como acessar o sistema. O PRS – Cerrado também publicou uma versão em PDF do mesmo tutorial para atender também aqueles que preferem seguir as orientações por escrito. 

Veja o vídeo tutorial 

Acesse o tutorial na versão PDF

Em caso de dúvidas

Para tirar possíveis dúvidas sobre o edital, o PRS-Cerrado disponibiliza três canais de comunicação: o call center, pelo 0800 038 6616 e que funciona de segunda a sexta, das 9h às 18h, no horário de Brasília; o e-mail chamada.ater.prs-cer@iabs.org.br e o Whatsapp 61 9 8413 9285.

Pré-qualificação de instituições de ATER: o que vem pela frente?


Edital de Pré-qualificação de instituições de ATER será reaberto para inscrições

A equipe técnica do PRS - Cerrado decidiu, nesta sexta-feira (09), pela reabertura do período de inscrições do Edital de Pré-qualificação de Instituições de Assistência Técnica e Extensão Rural (ATERs). A decisão também permite que instituições que já tenham efetivado o cadastro possam incluir novos Agentes de Assistência Técnica e Extensão Rural (ATECs). 

As instituições de ATER devem ficar atentas ao site do PRS – Cerrado e aos canais de comunicação do projeto – redes sociais oficiais e site. A reabertura será anunciada em breve.

O que virá pela frente?

A comissão técnica do Projeto Rural Sustentável - Cerrado continuará avaliando as propostas submetidas e, depois de avaliar as propostas recebidas durante a reabertura de inscrições, lançará a lista de instituições de ATER que atendem aos critérios de elegibilidade previstos. A partir daí, o projeto oferecerá capacitação técnica a essas instituições e seus ATECs, por meio do Ensino a Distância (EaD) e atividades presenciais, sobre as temáticas abrangidas no âmbito do projeto. Também será lançado um novo processo seletivo, desta vez para a contratação definitiva das instituições de ATER que irão prestar os serviços nas propriedades rurais participantes do PRS - Cerrado. Importante: a instituição que não tiver sido pré-qualificada não poderá participar deste novo processo seletivo. Somente as que estiverem enquadradas nos requisitos do edital de pré-qualificação estarão aptas a participar das seleções posteriores. 

 Edital de pré-qualificação de ATER: veja o passo-a-passo para se inscrever